Mamonas Assassinas e os Algoritmos Sagrados

 MATÉRIA  27/04   SEGUNDA-FEIRA  - MATÉRIA 001 / de: Francine Santos

O que mais impressiona na saga Algoritmos Sagrados é com certeza os acidentes. Não porque eles são cheios de ação como as grandes pinceladas de exagero nas cenas de filmes de Hollywood, mas sim porque se tratam de acidentes reais.
No capítulo quatro de Almas Seladas somos apresentados a um doloroso flashback, mais uma vítima na linha conturbada da nossa querida protagonista Layla Aina. O acidente em questão é da aeronave da TAM. O voo 402 era uma linha aérea de passageiros entre São Paulo e Rio de Janeiro. Tornou-se conhecida pelo seu acidente aéreo ocorrido no dia 31 de outubro de 1996 – Dia das bruxas. Nesse dia, o Fokker 100, prefixo PT-MRK, com noventa passageiros e seis tripulantes a bordo caiu 24 segundos logo após a decolagem do Aeroporto Internacional de Congonhas, em São Paulo. Três pessoas morreram em solo. Muitos ficaram feridos.
Como todos os acidentes descritos no livro, esse é detalhado nos seus mínimos detalhes.

“O avião havia explodido poucos segundos após a decolagem. Na investigação, chegaram à conclusão que o reversor teve um problema. Ele é aberto na parte posterior da turbina da aeronave, desviando o fluxo de ar do motor para frente, causando a frenagem. Por algum motivo desconhecido, ele foi acionado enquanto o avião estava no ar. A aeronave não possuía alarmes, nem qualquer instrumento que denunciasse o acionamento do reversor. Quando o piloto aumentou a potência dos motores, o avião caiu.” Almas Seladas Algoritmos Sagrados.

Porém qual é a relação com a banda Mamonas Assassinas?
A banda só é mencionada no quarto livro, Sombras Noturnas, mas no primeiro volume já temos o gancho para entender a ligação.
Quando falo sobre ligações, minha pele se arrepia por um motivo bem óbvio; ‘Algoritmos Sagrados’ lança várias informações que com o decorrer da leitura, peças aparentemente aleatórias se encaixam de forma harmoniosa para formar o complexo quebra-cabeça.
“Nesse mesmo ano, inúmeras aeronaves caíram pelo mundo, matando centenas de pessoas, nunca fora registrado na história da aviação tantas quedas e mortes até aquele referido ano.” Almas Seladas Algoritmos Sagrados.
Mamonas Assassinas foi uma banda brasileira de rock cômico formada em Guarulhos inicialmente em 1990 com o nome Utopia. Apenas em 1995 ganhou destaque, já com o famoso nome Mamonas Assassinas. Em pouco tempo se tornou a banda mais querida do Brasil. Infelizmente o que era bom durou pouco, no dia 2 de Março enquanto voltavam de um show em Brasília, o jatinho Learjet em que viajavam, prefixo PT-LSD, chocou-se contra a Serra da Cantareira, numa tentativa de arremetida, matando todos que estavam no avião. O ano desta queda, claro, 1996 o mesmo ano da queda do avião da TAM.
            
A saga ‘Algoritmos Sagrados’ explora principalmente as casualidades da vida. Até que ponto um fato pode ser apenas uma probabilidade? Claro, não podemos terminar essa matéria sem deixar um pouco desse misterioso universo:


> Quando adolescente, Samuel, integrante da banda, amava desenhar aviões.

No final dos anos 80, Sérgio, Bento e Samuel formaram a banda Ponte Aérea, que depois se tornaria Utopia.

Todos os integrantes do grupo moravam próximo ao Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos.

No disco homônimo do grupo Mamonas Assassinas, há um agradecimento a Santos Dumont "Por ter inventado o avião, se não a gente ainda estaria indo mixar o disco a pé" (o disco foi gravado e produzido nos Estados Unidos).

Um trecho da música 1406 cita um avião: "Você não sabe como parte um coração, ver seu filhinho chorando querendo ter um avião".

Existem registros em que Dinho cita o cantor norte-americano Ritchie Valens, conhecido pela música "La Bamba", morto em um acidente aéreo em 3 de fevereiro de 1959 (no qual também morreram os músicos Buddy Holly e JP Richardson). Em um vídeo, Júlio e Dinho cantam a música "Donna", de Valens. Durante uma entrevista ao Top 20 MTV, à época comandado pela apresentadora Cuca Lazzarotto, Dinho afirmou que os Mamonas Assassinas não lançariam um segundo disco: "Vamos fazer um show no interior e nós vamos de monomotor, você já ouviu falar em La Bamba?".

Em algumas oportunidades o vocalista chegou a assumir o lugar do piloto durante as viagens do grupo. As brincadeiras com um possível acidente era constante, e diversas brincadeiras com a morte foram registradas.

Em uma entrevista dada em 1996, Sérgio disse: “O avião em que costumávamos viajar caiu em Brusque, Santa Catarina, em novembro. Morreram três pessoas. Falha humana. O cara que vendeu as camisetas da banda em Porto Seguro, Bahia, bateu com o carro depois do show e também embarcou”.

No dia 2 de março de 1996 (o próprio dia do acidente), Júlio disse a um amigo cabeleireiro que havia sonhando com um acidente de avião. O depoimento foi gravado e teve muita repercussão na época.

Francine Santos

Reações:

0 comentários:

Recent Posts Widget

Trailers


   
+Videos

Escolha o seu volume



Almas Seladas 
Vol 1
Marcelo L. Pontes


Máscaras Reveladas 
Vol 2
Marcelo L. Pontes
 





Símbolo Oculto 
Vol 3
Marcelo L. Pontes

 
Mamonas Assassinas e os Algoritmos Sagrados - Algoritmos Sagrados